Serviços clínicos nas farmácias apresentam crescimento de 62%

servicos-clinicos-nas-farmacias-apresentam-crescimento-de-62

Foto: Shutterstock

No primeiro semestre de 2019, o número de consultas nos serviços clínicos cresceu 62% em relação ao mesmo período do ano passado

Após o lançamento do programa da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), o Assistência Farmacêutica Avançada, em 2014, as salas clínicas vêm registrando um crescimento exponencial.

Só no primeiro semestre de 2019, o número de consultas para serviços farmacêuticoscresceu 62% em relação ao mesmo período do ano passado. Foram realizados mais de 800 mil atendimentos no serviço clínico, num total de 291 por loja da associação. As grandes redes que integram o projeto já contabilizam quase três mil espaços do gênero. Dessa forma, representando um incremento de 9,4%.

As maiores concentrações de salas estão nas regiões Sul e Sudeste do País. Entre elas, 1.029 salas estão em São Paulo, 418 em Minas Gerais, 273 no Rio Grande do Sul e 259 no Paraná. Além disso, mais de sete mil farmacêuticos atuam no atendimento dos serviços farmacêuticos. Assim, representando uma média de 2,6 por farmácia. “As salas clínicas começaram a mudar a realidade do acesso à saúde. Afinal, começaram a estimular a adesão aos tratamentos. Além disso, elas auxiliam a colocar os farmacêuticos na linha de frente nesse processo”. Isso é o que ressalta o coordenador do programa, Cassyano Correr.

Entre os serviços mais solicitados, destaque para o testes de colesterol e de perfil lipídico. Ambos os serviços são realizados por mais de 300 farmácias em todo o Brasil. “Apesar de ainda não contar com uma regulamentação específica por parte da Anvisa, mas respaldados pela Lei 13.021/2014, os testes laboratoriais remotos (TLR) também são serviços que registram elevada procura por parte da população”, finaliza Correr.

De acordo com o Instituto de Pesquisa e Pós-Graduação para o Mercado Farmacêutico (ICTQ), 25% dos brasileiros buscam serviços clínicos em farmácias.

 

Fonte: ICTQ

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *