Estudo: Hidroxicloroquina não evita mortes por Covid e pode afetar coração

estudo-hidroxicloroquina-nao-evita-mortes-por-covid-e-pode-afetar-coracao
Foto: Shutterstock

Um estudo publicado no Journal of the American Medical Association (JAMA) aponta que a hidroxicloroquina não é capaz de evitar mortes pela covid-19 e ainda pode causar problemas no coração, tanto sozinha como quando associada à azitromicina.

Aqueles que foram medicados (com cloroquina, azitromicina ou os dois) ficaram mais propensos a desenvolver problemas como diabetes, baixa saturaçãode oxigênio e manchas anormais nos pulmões, de acordo com imagens de raio-x. Dos que receberam ambos os medicamentos, 15,5% registraram paradas respiratórias e 27,1%, anormalidades nos eletrocardiogramas. A proporção é de 13,7% e 27,3%, respectivamente, entre os pacientes medicados só com hidroxicloroquina; 6,2% e 16,1% entre os que receberam azitromicina; e 6,8% e 14% entre os que não foram medicados com nenhum dos dois.

Hidroxicloroquina no combate a Covid-19

Por fim, ainda de acordo com os pesquisadores, em comparação com os pacientes que não receberam nenhum dos medicamentos, não houve diferenças significativas na mortalidade daqueles que foram tratados com hidroxicloroquina, azitromicina ou ambos.

“Entre os pacientes hospitalizados com covid-19, o tratamento com hidroxicloroquina, azitromicina ou os dois não foi associado à diminuição significativa da mortalidade”, concluíram os cientistas norte-americanos, acrescentando que os resultados da pesquisa podem ser limitados por sua natureza observacional.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *