Consulta pública ameaça serviços farmacêuticos

consulta-publica-ameaca-servicos-farmaceuticos
Foto: Shutterstock

Consulta pública da Anvisa definirá o regulamento técnico para planejamento, elaboração, análise e aprovação de projetos de serviços de saúde

Surge mais uma ameaça para o avanço dos serviços clínicos nas farmácias brasileiras. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) abriu, no dia 17 de setembro de 2019, a Consulta Pública 725, que dispõe sobre o regulamento técnico para planejamento, elaboração, análise e aprovação de projetos de serviços de saúde. A maior preocupação do setor está na exigência de metragem mínima de 9 m² para a construção das salas de consultório farmacêutico e manutenção da exigência de sala de vacinação exclusiva, também ampliada para metragem mínima de 9 m². Portanto, uma exigência de 18 m² por farmácia.

A consulta está aberta até o dia 8 de novembro e é muito importante contar com a participação de farmacêuticos e gestores de farmácia. A maioria dos estabelecimentos não tem estrutura física para se adequar às exigências, o que prejudicaria substancialmente o acesso da população”

Consulta pública: mudanças nos serviços farmacêuticos

O estudo mostrou que a maioria das farmácias conta apenas com uma sala para atendimento privativo de pacientes. Entre elas, 33,3% dos estabelecimentos têm espaços com menos de 4 m² e 55,3% salas entre 4 e 6 m².

Com isso, as empresas encontram dificuldades para atender às requisições de algumas fiscalizações municipais. Os pesquisadores ouviram relatos de Vigilâncias Sanitárias que exigiram sala exclusiva até para pressão arterial e aplicação de injetáveis.

Fonte: Assistência farmacêutica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *