Como o smartphone pode contribuir para o ganho de peso

Um novo estudo mostrou que passar mais de 5 horas no celular eleva risco de obesidade em 43%

uso excessivo de smartphones e outros dispositivos eletrônicos já vem sendo associado a inúmeros problemas de saúde física e mental. Agora, novo estudo acrescenta mais um item à lista: obesidade. De acordo com os pesquisadores da Universidade Simón Bolívar, na Colômbia, indivíduos jovens que passam cinco ou mais horas diárias usando o celular estão 43% mais propensos a se tornarem obesos. O risco é ainda maior para as mulheres: elas apresentam o dobro do risco de ficar com excesso de peso em comparação com os homens.

Os dados revelaram que 25% das pessoas acima do peso e 5% das obesas costumam utilizar o celular por muito tempo.

Obesidade no Brasil

Enquanto o novo estudo evidencia mais um fator de risco para obesidade, pesquisa publicada esta semana indica que 55% dos brasileiros estão acima do peso. De acordo com a Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças crônicas por Inquérito Telefônico 2018 (Vigitel), o aumento da obesidade foi maior entre a população adulta de 25 a 44 anos. Já o excesso de peso é maior entre indivíduos jovens, de 18 a 24 anos. Esses números poderiam ser parcialmente explicados pelas novas descobertas.

Fonte: Veja Saúde.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *