Barba masculina contém mais bactérias que pelo de cachorro

Entre os micróbios que podem ser encontrados na barba está a Enterococcus faecalis – bactéria intestinal que pode causar infecções no trato urinário

Apesar das contagens microbianas comparativamente mais altas nesta pequena amostra de homens barbudos, o resultado não aponta para a necessidade imediata de se livrar da barba. (Nevena1987/Getty Images)

Para os homens que não conseguem ficar sem barba, aqui vai uma má notícia: os pelos faciais masculinos carregam mais patógenos – organismos capazes de causar doenças – do que o pelo dos cachorros, revelou estudo publicado recentemente na revista European Radiology. De acordo com os pesquisadores, entre as bactérias infecciosas que podem ser encontradas na barba estão a Enterococcus faecalis – uma bactéria intestinal que pode causar infecções no trato urinário – e Staphylococcus aureus – que pode causar infecções graves quando em contato com a corrente sanguínea.

Fonte: Veja Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *